Os Impactos das Artes Liberais no Setor de Analytics

É fácil visualizar a computação e a análise como uma disciplina apenas para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM), mas isso é, na maioria das vezes, incorreto. Ao longo dos anos e à medida que a indústria de análise evolui, a participação e a influência de outras disciplinas, principalmente das artes liberais, continuaram a se fortalecer. De fato, de acordo com um relatório do LinkedIn, os graduados em artes liberais estão se unindo à força de trabalho de tecnologia de Analytics a uma taxa mais rápida que os graduados em STEM.

Qual o motivo disso? Simplificando; o setor de análise está passando por uma evolução cultural e operacional. Os dados não são mais tratados exclusivamente de um ponto de vista técnico. Hoje, o setor de análise lida com dados de uma perspectiva mais holística, com ênfase em outros aspectos do processo de análise e processamento. Como veremos agora, os efeitos disso são bem pronunciados.

Dados da Perspectiva Humanística

Em vez de confiar inteiramente em máquinas para a análise de agrupamento e interpretação de dados, a indústria analítica de hoje lida com dados de uma perspectiva mais humanista. Isso é tudo graças às artes liberais. Em um mundo em que há uma tendência de os dados serem 'usinados' e reduzidos a meros pontos e gráficos sem alma, isso é importante. As artes liberais dão um toque de responsabilidade ao manuseio de dados, garantindo que os dados humanos sensíveis sejam tratados com todos os devidos cuidados.

Mais importante, as artes liberais aceleraram o design e a implementação de modelos de análise de dados mais eficazes. Não é segredo que o processo de coleta e análise de dados é uma arte por si só, que requer as habilidades comunicativas, analíticas e jornalísticas próprias dos praticantes das artes liberais. Eles fornecem uma nova abordagem para estruturar perguntas para obter dados, determinando quais perguntas precisam ser feitas em primeiro lugar e especificando qual método é melhor para analisar dados e comunicar insights.

O Contexto Humano na Economia de Analytics

Mas não são apenas os dados que recebem o tratamento humano. Em seu livro Cents and Sensibility, Morton Schapiro e Gary Morson reiteram um fato bem conhecido no mundo dos negócios - quando os modelos econômicos não atendem às expectativas, geralmente é uma consequência da compreensão humana. Isso é verdade mesmo para o setor de Analytics. Técnicos de dados e especialistas em BI não estão preparados para abordar a análise de uma perspectiva econômica. Os graduados em artes liberais, por outro lado, possuem as habilidades psicológicas necessárias para desenvolver modelos de análise de negócios e financeiros que dimensionam-se com eficiência.

Diversidade Crescente

No passado, os times analíticos eram caracteristicamente monocromáticos, compostos principalmente por profissionais técnicos. Essa configuração unilateral acabou resultando em uma grande criatividade e artifício nas equipes tradicionais de Analytics e Business Intelligence. Os problemas foram resolvidos de forma unidirecional, as tarefas foram realizadas com rotinas padronizadas e os níveis gerais de inovação no setor eram esperadamente baixos. Com a integração das artes liberais na indústria de análise, no entanto, veio uma corrente de ar fresco e engenhosidade. Além do fato de que um ambiente de trabalho mais diversificado (agora composto por técnicos qualificados e artistas liberais) gera inovação, sabe-se que os graduados em artes liberais tem uma melhor experiência criativa. Comparadas às disciplinas tecnicamente orientadas, elas, em virtude de seu treinamento, são hábeis em identificar meios não convencionais, mas não efetivos, de alcançar os objetivos estabelecidos.

Maior diversidade, criatividade e responsabilidade de dados, não há como argumentar sobre o fato de as artes liberais terem aguçado as arestas contundentes do setor de Analytics. À medida que sua influência se torna mais forte, sua única opção é esperar maior eficiência e produtividade na ecosfera de Analytics e BI.

Clique aqui para aprender mais sobre a nossa equipe e disciplinas abordadas... incluindo Artes Liberais!